quinta-feira , 3 de dezembro de 2020
RADIO
ONLINE
Porta Voz
MENU

Novidades

Esporte

jul 17, 2020

Secretaria de Saúde orienta volta do futebol profissional no Paraná

Os jogos do campeonato paranaense de futebol serão retomados no próximo sábado (18) sem público e com o acesso restrito nos estádios aos atletas e comissões, organizadores e profissionais da imprensa. O retorno da disputa foi confirmado nesta quinta-feira (16), durante uma videoconferência que reuniu o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, e representantes dos clubes.

O tema da reunião foi o protocolo de retorno das atividades do futebol profissional. Ficou acordado que as partidas deverão respeitar todo o regramento sanitário estabelecido pela FPF e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que foi referendado pela Secretaria de Estado da Saúde. As normas incluem realização de testes, aferição de temperatura e higienização dos estádios.

O governador pediu que os clubes realizem campanhas para evitar aglomerações nos arredores dos locais dos jogos ou em bares e restaurantes. Ratinho Junior reforçou que o retorno das atividades profissionais do futebol acontece dentro de parâmetros de saúde bem rígidos.

“O objetivo é a proteção da saúde das equipes, das comissões técnicas e dos profissionais da imprensa. Não podemos esquecer que ainda há pandemia e que o Paraná enfrenta momento difícil. Queremos colaborar e precisamos do compromisso de todos os envolvidos”, afirmou Ratinho Junior.

CUIDADOS – O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que os clubes cumpriram recomendações anteriores em relação a etapas do processo de retorno, que envolveram fase preliminar de entendimento dos processos nos departamentos médicos, treinamento individual e coletivo. Durante esse período os jogadores foram testados e os profissionais e funcionários tiveram que ser acompanhados.

“A federação apresentou um protocolo rígido de regras, com base na documentação da CBF, mas vamos acompanhar diariamente a evolução. O objetivo é preservar a saúde de todos os envolvidos e evitar aglomeração de torcedores”, complementou.

O presidente da FPF disse que os clubes devem seguir à risca os protocolos sanitários e que espera que a reta final do Paranaense sirva de preparação para o Campeonato Brasileiro. “Os atletas são o maior patrimônio dos times, e o maior patrimônio dos atletas é a sua saúde. Não haverá torcida e os próprios reservas deverão ficar na arquibancada, respeitando o distanciamento. É um trabalho grande realizado em conjunto com os clubes para garantir proteção contra a Covid-19”, arrematou.

O Campeonato Paranaense foi paralisado no dia 15 de março. As partidas marcadas para este final de semana entre Londrina e Athletico Paranaense e Paraná Clube e Coritiba serão realizadas em Cornélio Procópio e Ponta Grossa, respectivamente. O duelo entre Rio Branco e FC Cascavel também será em Ponta Grossa e a disputa entre Cianorte e Operário acontecerá em Cianorte.

PROTOCOLO – De acordo com o protocolo, todas as partidas serão realizadas sem a presença de público, com acesso restrito ao campo de jogo e vestiário limitado aos funcionários essenciais à administração do estádio, atletas e respectivas comissões, além das equipes de arbitragem, delegados da partida, controle de doping e profissionais da imprensa.

Além disso, todos os ambientes deverão ser higienizados previamente com solução de água sanitária e na data da partida haverá um inquérito epidemiológico com ênfase na condição olfativa e aferição de temperatura. A estrutura física deverá ser adaptada conforme distanciamento social, ventilação e restrição da circulação de pessoas.

Somente os atletas e o árbitro principal podem ficar sem máscara. Deverá ser disponibilizado, ainda, álcool 70% para higienização constante dos envolvidos e a orientação é para evitar cumprimentos antes das partidas e comemorações coletivas.

PRESENÇAS – Estiveram presentes no encontro virtual o superintendente de Esporte do Paraná, Hélio Wirbiski; o diretor-geral da Secretaria de Saúde, Nestor Werner Junior; e os representantes do Coritiba (Samir Namur), Rio Branco (Itamar Bill), Paraná (Leonardo de Oliveira), Operário (José Álvaro Góes Filho), Athletico-PR (Mário Celso Petraglia) e Londrina (Sergio Luiz Malucelli).

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz