sexta-feira , 8 de outubro de 2021
RADIO
ONLINE
Porta Voz
MENU

Novidades

Município

abr 23, 2018

PATRONO DAS POLÍCIAS BRASILEIRAS É HOMENAGEADO EM CIANORTE

A 5ª Companhia Independente da Polícia Militar (5ª CIPM) e o 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros realizaram, na manhã desta sexta-feira (20), em Cianorte, uma solenidade alusiva a Tiradentes que, símbolo da luta pela independência do Brasil e mártir da Inconfidência Mineira, é o patrono das polícias brasileiras. A cerimônia aconteceu na sede do Corpo de Bombeiros e reuniu militares, autoridades civis e religiosas.

“O dia 21 de abril não significa apenas mais um feriado para o calendário dos policiais. A data é o marco de um personagem que lutou pela independência brasileira”, destacou o comandante da Polícia Militar de Cianorte, Major José da Silva Neto. “A história de luta e de ideais de Tiradentes inspiram todos nós, policiais militares, para que protejamos os cidadãos”, finalizou o comandante.

Durante a cerimônia, o comandante do 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, Capitão César Perdoncini, transmitiu a mensagem enviada pela Comandante-Geral da Polícia Militar do Paraná, Coronel QOPM Audilene R. de Paula Dias Rocha. Na oportunidade, integrantes da 5ª CIPM foram homenageados por bons serviços prestados à comunidade.

“Temos hoje em Cianorte uma sede para os bombeiros, que é modelo no Paraná. Lutamos pela criação da Companhia Independente da Polícia Militar e da 21ª Subdivisão de Polícia Civil, e estamos buscando a instalação da Delegacia Cidadã, tudo isso, para que os cianortenses tenham um atendimento mais digno”, salientou o prefeito Bongiorno. “Só temos motivos para agradecer estes homens e mulheres, que por amor e por acreditar em uma sociedade melhor, dedicam seu tempo e se empenham à causa pública da segurança”, pontou o prefeito.

Também participaram da solenidade a chefe do Núcleo Regional da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, Lucélia Guimarães Gelfei; os vereadores, Sílvio do Pátio, Márcia Pereira, Santina Buzo e Victor Hugo Davanço; o padre, Ivanil Pereira da Silva e o pastor, Edson Werle.

HISTÓRIA – Tiradentes era o apelido de Joaquim José da Silva Xavier, um alferes (cargo militar da época colonial), que também exerceu a profissão de dentista, e que participou ativamente de um dos principais movimentos de contestação do poder que Portugal exercia sobre o Brasil Colônia: a Inconfidência Mineira. Por isso, condenado pela coroa portuguesa, Tiradentes foi enforcado e esquartejado no dia 21 de abril de 1792. Sua luta passou a ser reconhecida após a Independência do Brasil e, principalmente, após a Proclamação da República. No entanto, foi somente a partir de 1965 que o dia da morte de Tiradentes foi oficializado feriado nacional, como forma de manutenção do seu legado.

 

fonte: prefeitura de cianorte

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz