sábado , 22 de setembro de 2018
RADIO
ONLINE
Porta Voz Voz FM
MENU

Novidades

Notícias de agora

abr 13, 2018

Governo quer substituir o SUS por planos de saúde

A Federação Brasileira de Planos de Saúde (FEBRAPLAN), com apoio de governistas, apresentaram uma proposta de Sistema de Saúde em substituição do Sistema Único de Saúde (SUS). Entidades de saúde protestam contra a medida. O deputado federal Zeca Dirceu ressaltou que a saúde pública tem sido alvo de diversos ataques por conta do governo federal, como cortes de orçamento e extinção de serviços, com objetivo de sua privatização.

No Fórum que aconteceu, no dia 10 de abril, em Brasília, a FEBRAPLAN apresentou um modelo alternativo de um Sistema Nacional de Saúde visa criar planos populares de saúde.  Para o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), as ideias da FEBRAPLAN separam a população entre os que podem pagar e os que não podem pagar pela assistência médica. E apontaram que pessoas historicamente envolvidas com o SUS não foram convidadas para debater no Fórum.

A ideia foi defendida por Alceni Guerra, ex-ministro da Saúde no governo Collor e ex-deputado federal pelo DEM, que citou entre as propostas, a transferência de recursos do SUS para financiar a Atenção de Alta Complexidade nos planos privados de saúde. Ou seja, deixar de atender uma parte da população deixe de ser atendida de forma pública, gratuita e universal e beneficiar a área privada.

O deputado Zeca Dirceu alertou para a intensão de reforçar o financeiro dos planos de saúde. “O que o governo de Temer quer, junto com os deputados e senadores que o apoiam, é extinguir o SUS de forma criminosa. Ele pretende negar um direito garantido na Constituição Federal, que está expresso nos artigos 6º e 196 ‘a saúde é direito de todos e dever do Estado’, temos que defender o acesso universal e igualitário. Não tem como conceber e aceitar mais uma proposta entreguista como essa. Precisamos de investimentos na área pública e não fortalecer a privada”, justificou.

O parlamentar reforçou que a defesa da saúde pública é dever de todos. “Temos que nos unir contra essa proposta. A saúde é um direito, e o SUS uma conquista que deve ser preservada e fortalecida. Temer já disse a que veio quando pôs fim aos investimentos na área com a PEC do Teto dos Gastos e agora quer atender a interesses empresariais e esquece dos interesses da população” – a Emenda Constitucional 95, a “PEC do Teto de Gastos”, congela os investimentos em saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos.

SUS

O SUS foi criado na mesma época da Constituição Federal. E melhorou muito durante os governos de Lula e Dilma Rousseff. Foi criado o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e as UPA’s (Unidades de Pronto Atendimento 24 horas) em 2003, o programa Mais Médicos, que garantiu a vinda de 14.462 médicos estrangeiros para cobrir a carência de profissionais em localidades mais isoladas e pobres nas quais a população nunca tinha tido médico. Além de trabalhar pela criação de novas vagas para graduação de medicina.

fonte: Zeca Dirceu Noticias

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz

Siga a Rádio Voz FM