segunda-feira , 29 de outubro de 2018
RADIO
ONLINE
Porta Voz Voz FM
MENU

Novidades

Economia

ago 09, 2018

Endividamento do paranaense baixa pelo segundo mês consecutivo

O endividamento das famílias paranaenses baixou pelo segundo mês consecutivo. É o que mostra a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC). O levantamento aponta que 88,9% das famílias paranaenses estiveram endividadas em julho. No mês anterior, o nível de endividamento no estado era de 89,6%.

Apesar da queda em junho e julho, o Paraná continua no primeiro lugar do ranking nacional do endividamento. No cenário nacional, o percentual de famílias com dívidas alcançou 59,6% em julho, apresentando a primeira alta de 2018.

De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), que divulgou a pesquisa, a retomada da economia e a melhora nos números do mercado de trabalho são fatores que favorecem o endividamento. Isto proporciona poder de crédito, que motiva a confiança do consumidor, que sente que pode parcelar compras e que poderá honrar esses pagamentos.

Ainda que os paranaenses sejam os mais endividados do Brasil, a parcela de famílias com contas em atraso baixou nas comparações mensal e anual e ficou em 29% no mês de julho. A inadimplência, que é o atraso superior a 90 dias, também baixou no Paraná, e passou de 39,2% em junho para 38,4% em julho. Da mesma forma, o índice de famílias que reconhecem não ter condições de pagar as contas caiu de 10,1% em junho para 9,4% no mês passado.

Renda

As famílias com renda superior a dez salários mínimos estavam ainda mais endividadas, com 94,7%, ante 91,7% em junho. Nas famílias com renda até dez salários mínimos, observa-se queda no endividamento, que era de 89,2% em junho e baixou para 87,7% em julho.

Esses dados evidenciam que as classes C, D e E estão freando os gastos, seja pela conscientização financeira ou mesmo pela redução do poder de compra. A pesquisa revela ainda que as famílias de menor renda são as que mais comprometem o orçamento com dívidas. Entre elas, 21,8% estão com mais da metade da renda vinculada ao pagamento de contas, ante 15,6% das famílias com renda superior.

O cartão de crédito permanece concentrando a maior parte das dívidas dos consumidores paranaenses, com 75,1%. O financiamento de veículos foi o segundo colocado quando o assunto é pagamento parcelado, com 8,9%. Em seguida aparece o crédito imobiliário, com 8,7%.

fonte: massa news

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz

Siga a Rádio Voz FM