terça-feira , 23 de julho de 2019
RADIO
ONLINE
Porta Voz Voz FM
MENU

Novidades

Esporte

jul 10, 2019

Cianorte quer sediar a fase final da Liga Nacional de Futsal Feminino

A diretoria do Baterias Júpiter/Cianorte Futsal trabalha junto à
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer do município para que a
Capital do Vestuário seja a cidade-sede da fase final da Liga
Nacional de Futsal Feminino, que está prevista para o mês de
agosto. As conversas tiveram início nesta terça-feira, 09, e
novidades serão divulgadas em breve.
Nesta fase da competição, as oito melhores equipes da primeira
fase foram divididas em dois grupos (E e F). No Grupo E estão
Guerreiras de Pinda-SP), Celemaster-RS, Amazonas FC-AM, e XV
Rezende-SP. Já o Cianorte está no Grupo F, ao lado de São José
Futsal-SP, Ituano FC-SP, e APFC Palestra-RS. As duas melhores
equipes de cada grupo avançam para a semifinal.
De acordo com Cleverson Santana, técnico das “Poderosas”, o
evento seria de grande valia para a cidade, já que reúne grandes
equipes do futsal feminino nacional. A concorrência para sediar a
competição, porém, deve ser grande.
“Vamos nos organizar para que a gente consiga trazer esta competição para Cianorte, já que serão grandes equipes e excelentes jogos. Movimentaria bastante a cidade e a torcida. Vamos tentar trazer uma competição desse nível para cá. Não sei se conseguiremos, pois provavelmente outras equipes vão pedir para sediar, mas faremos o nosso melhor para conseguir” explica Santana.

CAMPANHA NA LNFF
A equipe cianortense se garantiu na segunda fase da competição ao ficar na segunda colocação do Grupo D, que foi disputado em Uruguaiana-RS. Aliás, foi lá que a equipe conheceu a sua primeira derrota na temporada. No primeiro jogo, vitória por 7 a 0 em cima do Sport de Novo Hamburgo-RS. Na segunda partida, as comandadas de Cleverson Santana acabaram perdendo para o Celemaster, time da casa, por 4 a 2.
“Tivemos um primeiro jogo tranquilo, que deu para administrar bem. O segundo jogo, contra o time de Uruguaiana, no qual sempre fizemos jogos equilibrados. É uma das melhores equipes do Brasil. Nossa dificuldade lá também foi o frio, que é extremo, e a quadra, que não estava em suas melhores condições. O piso não tinha regularidade e a bola ‘quicava’ a todo tempo. Acabou sendo difícil, mas não foi um fator fundamental para que perdêssemos. Nós errados e deixamos de marcar gols em algumas oportunidades. O adversário foi superior e temos que entender isso” afirma o treinador.
A derrota, porém, serviu de lição para o Cianorte. Segundo Cleverson Santana, o revés veio no momento certo, para que a equipe possa assimilar os erros e crescer com eles.
“Temos que melhorar, pois temos competições importantes na sequência. Acho que a derrota veio no tempo certo para colocarmos a cabeça no lugar e refazer os trabalhos” conclui.

 

fonte: tribuna

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz

Siga a Rádio Voz FM