sexta-feira , 7 de maio de 2021
RADIO
ONLINE
Porta Voz
MENU

Novidades

Município

mar 06, 2019

Cianorte começa o ano com saldo positivo de empregos

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta semana pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia mostra a cidade gerou 106 novas vagas de emprego no primeiro mês de 2019 e começou o
ano com resultado positivo. Ao todo, foram 859 contratações e 753 demissões. Na microrregião, o saldo de janeiro também foi positivo, com 72 novas vagas de emprego, resultantes de 1.323 contratações e 1.251 demissões.
Em janeiro do ano passado, o desempenho da região foi melhor, com um total de 197 novos postos de trabalho. Em Cianorte também. No mesmo período de 2018, o saldo foi de 147 vagas, com 880 contratações e 733 demissões. Mas em relação a dezembro, a geração de empregos disparou. A microrregião fechou o último mês de 2018 com saldo negativo de 1.315 vagas; destas, 328 foram fechadas em Cianorte.
Dos 11 municípios, sete tiveram números negativos em janeiro de 2019. O pior resultado foi de Tapejara, que fechou 42 postos de trabalho. Entre as cidades que tiveram saldo positivo, o melhor desempenho foi de Cianorte, com 106 novas vagas; seguida por Guaporema, com 49.
Em Cianorte, os setores que mais contrataram foram a indústria de transformação e o setor agrícola, com 42 novas vagas para soldador, 14 para caldeireiro e 14 para trabalhador agrícola. A maior quantidade de demissões foi de trabalhadores da cultura da cana-de-açúcar (-44), tratorista (-17) e servente de obras (-9).
Na microrregião, indústria de transformação, confecções e o setor agrícola concentraram as contratações; já as demissões se destacaram também no setor agrícola e no comércio.

PARANÁ
Com 9.145 novas vagas, o estado foi o quinto no ranking nacional de geração de empregos em janeiro. O saldo paranaense é resultado de 104.415 contratações e 95.270 desligamentos e corresponde a 26,6% do total de 34.313 postos de trabalho criados no
país. As ocupações com maiores saldos no Paraná foram: alimentadores de linha de produção (2.002), ajudantes de obras civis (1.255) e escriturários (1.123). A performance foi alavancada pelos segmentos de serviços (5.497 novos empregos formais),
indústria de transformação (4.099) e construção civil (2.595 novos empregos).

BRASIL
O emprego formal manteve a tendência de crescimento registrada em 2018 no país e fechou janeiro de 2019 com saldo positivo de 34.313 postos de trabalho. O resultado decorreu de 1.325.183 admissões e 1.290.870 desligamentos. Nos últimos 12 meses, houve crescimento de 471.741 empregos, representando variação de +1,24%.
O setor de serviços foi o principal destaque na geração de emprego. Foram registradas 573.615 admissões e 530.166 desligamentos, com um saldo de 43.449 postos de trabalho, um crescimento de 0,25% sobre o mês anterior.
Onze das 27 Unidades Federativas (UFs) fecharam o mês com variação positiva no saldo de emprego. Os maiores resultados foram de Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Paraná. Os menores saldos foram verificados no Rio de Janeiro, na
Paraíba, em Pernambuco, em Alagoas, no Ceará e no Pará. (Com Agência Estadual e Assessoria de Imprensa do Ministério da Economia).

fonte: tribuna

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz