terça-feira , 23 de julho de 2019
RADIO
ONLINE
Porta Voz Voz FM
MENU

Novidades

Esporte

jul 09, 2019

Atuações: Everton Cebolinha e Gabriel Jesus têm as médias mais altas do Brasil na Copa América

Daniel Alves foi eleito o craque da Copa América pela Conmebol. Mas e se o prêmio fosse dado com base nas atuações jogo a jogo feitas pelo GloboEsporte.com, quem ganharia? Levantamos todas as notas que os jogadores do Brasil receberam, da fase de grupos até a final, e calculamos a média dividindo pelo número de partidas que cada um entrou em campo. Confira abaixo como abaixo quem seriam os melhores:

Everton Cebolinha: média de 6,9

Everton Cebolinha teve a maior média de atuações da Seleção — Foto: Bob Paulino/BP FilmesEverton Cebolinha teve a maior média de atuações da Seleção — Foto: Bob Paulino/BP Filmes

Everton Cebolinha teve a maior média de atuações da Seleção — Foto: Bob Paulino/BP Filmes

Everton terminou como artilheiro da competição, com os mesmos três gols de peruano Guerrero, só que mais eficiente por ter marcado em menos minutos e ainda ter dado uma assistência. Mas pelas nossas avaliações de jogo, ele também seria o craque com uma média de 6,9.

Reserva no início do torneio, o atacante do Grêmio entrou já fazendo golaço na estreia contra a Bolívia, quando recebeu nota 7,5. Na rodada seguinte, entrou bem diante da Venezuela, mas foi “prejudicado” pelo VAR e tirou 6,5. Ao virar titular na goleada em cima do Peru, brilhou e levou 8,5.

Contra o Paraguai, nas quartas de final, não conseguiu furar a retranca e recebeu nota 6,5. Diante da Argentina, na semifinal, teve sua pior atuação no torneio e recebeu apenas 5,0. Mas na decisão, novamente com o Peru, brilhou mais uma vez e terminou com um 7,5.

Confira todas as avaliações do Brasil na Copa América

2º) Gabriel Jesus: 6,8

Gabriel Jesus cresceu na reta final e brilhou na semi e na decisão — Foto: Henry Romero/ReutersGabriel Jesus cresceu na reta final e brilhou na semi e na decisão — Foto: Henry Romero/Reuters

Gabriel Jesus cresceu na reta final e brilhou na semi e na decisão — Foto: Henry Romero/Reuters

Outro que começou a competição na reserva foi Gabriel Jesus, mesmo sendo o artilheiro da “Era Tite”. Mas o camisa 9 que participou de todos os jogos foi discreto no início e amargava um longo jejum em partidas oficiais. Contra a Bolívia, entrou e mostrou vontade, recebendo nota 6,5.

Voltou a entrar diante da Venezuela, dando mais movimentação, mas foi discreto e levou 6,0. Virou titular na goleada sobre o Peru, quando teve destaque, mas perdeu um pênalti e tirou nota 7,0. Contra o Paraguai nas quartas de final, converteu sua cobrança, mas teve sua pior atuação: 5,5.

A fase do atacante do Manchester City mudou na semifinal. Contra a Argentina, foi o principal nome da Seleção ao lado de Daniel Alves, desencantou no torneio e recebeu 8,5. Na decisão com o Peru, mais uma vez foi decisivo, fazendo um gol e dando assistência para outro, e fechou com nota 7,5.

3º) Thiago Silva: 6,7

Thiago Silva mostrou regularidade e segurança na Copa América — Foto: Diego Vara/ReutersThiago Silva mostrou regularidade e segurança na Copa América — Foto: Diego Vara/Reuters

Thiago Silva mostrou regularidade e segurança na Copa América — Foto: Diego Vara/Reuters

O zagueiro do PSG foi o pilar de um sistema defensivo que só sofreu um gol na Copa América – e de pênalti – e se destacou pela regularidade. Logo na estreia contra a Bolívia mostrou segurança e tirou 6,5. Diante da Venezuela, teve sua atuação mais discreta e recebeu 6,0.

Na goleada sobre o Peru, a defesa também se sobressaiu, e o zagueiro não deu chance para Guerrero, ganhando nota 7,0. Contra o Paraguai, com vantagem numérica, teve menos trabalho, mas foi bem quando exigido e levou 6,5.

Na semifinal contra a Argentina, teve sua melhor atuação, salvando inclusive um gol em jogada de Aguero, e ganhou 7,5. Na decisão, foi mais uma vez seguro e só pecou por ter cometido o pênalti em toque involuntário de mão, fechando sua participação com nota 7,0.

Confira o Ranking

Ao todo, o Brasil usou 20 dos 23 jogadores convocados por Tite na Copa América – apenas Fagner e os goleiros Ederson e Cássio não entraram em campo. Miranda, Éder Militão e Lucas Paquetá disputaram apenas uma das seis partidas na competição.

  • 1º) Everton Cebolinha: 6,9
  • 2º) Gabriel Jesus: 6,8
  • 3º) Thiago Silva: 6,7
  • 4º) Daniel Alves, Marquinhos, Casemiro e Richarlison: 6,5
  • 8º) Alisson: 6,4
  • 9º) Filipe Luís: 6,3
  • 10º) Philippe Coutinho e Fernandinho: 6,2
  • 12º) Firmino: 6,1
  • 13º) Arthur, Willian, Miranda e Éder Militão: 6,0
  • 17º) Alex Sandro: 5,7
  • 18º) Allan: 5,6
  • 19º) David Neres: 5,5
  • 20º Lucas Paquetá: 5,0

fonte: globo

COMPARTILHAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga a Rádio Porta Voz

Siga a Rádio Voz FM